Trump diz que 'algo vai acontecer com Venezuela', afirmando que EUA estarão 'muito envolvidos'

© REUTERS / Leah MillisO presidente dos EUA, Donald Trump, fala antes de assinar uma ordem executiva sobre a reforma da polícia
O presidente dos EUA, Donald Trump, fala antes de assinar uma ordem executiva sobre a reforma da polícia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Donald Trump, disse que não deixou de apoiar Juan Guaidó, mas que o líder da oposição perdeu sua força.

O presidente norte-americano falou sobre a situação política que a Venezuela atravessa. O tema foi abordado em uma entrevista em Miami, Flórida, emitida no sábado (11) pela mídia Noticias Telemundo.

"Algo vai acontecer com a Venezuela, isso é tudo que posso lhe dizer, algo vai acontecer", afirmou Trump, acrescentando que, no panorama mencionado, Washington estará "muito envolvido".

As declarações de Trump surgem após a reunião com militares do Comando Sul dos EUA para discutir a operação antidrogas realizada no Caribe.

​Trump respondeu assim na entrevista sobre a Venezuela com José Díaz Balart à Telemundo News.

"A Venezuela era um país rico há 15 anos e foi destruída por duas pessoas, mas por um sistema, um sistema horrível, chame-o como quiser, mas é um sistema horrível", disse.

Ele também esclareceu que não deixou de apoiar Juan Guaidó, o autoproclamado presidente interino do país sul-americano.

"Apoio quem quer que tenha o apoio dos venezuelanos. Neste momento, Guaidó parece ser a pessoa escolhida, mas perdeu algum poder", afirmou Trump.

Anteriormente, a autoridade eleitoral venezuelana anunciou a data da eleição da Assembleia Nacional da Venezuela.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала