Governador de Nova York pede para Trump deixar de ser 'coconspirador' da COVID-19

© REUTERS / Leah MillisPresidente dos EUA, Donald Trump, sorri para a multidão durante campanha de reeleição, Oklahoma, EUA, 20 de junho de 2020
Presidente dos EUA, Donald Trump, sorri para a multidão durante campanha de reeleição, Oklahoma, EUA, 20 de junho de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, instou o presidente da EUA, Donald Trump, a deixar de ser "coconspirador" do coronavírus e reconhecer a gravidade da crise.

"Senhor presidente, não seja um coconspirador da COVID-19. Faça algo bem simples. Reconheça ao povo norte-americano que a COVID existe, que é um problema importante. Continuará sendo até que admitamos isso e cada um de nós faça a sua parte. Se não reconhecer, está facilitando o vírus", disse o governador.

Durante uma coletiva de imprensa, Cuomo abordou as recentes alegações de Donald Trump de que 99% dos casos de coronavírus seriam inofensivos e que o número crescente de infecções seria o resultado da ampliação dos testes.

Ele também lamentou o rápido abandono "imprudente" das restrições econômicas e sociais por muitos estados que agora estão enfrentando um aumento nos casos.

"Veja os estados que de forma imprudente reabriram e agora estão fechando novamente. A quem ajudou isso? Isso realmente nos atrasou", disse Cuomo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала