Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Bolsonaro veta obrigatoriedade de uso de máscaras em prisões

© REUTERS / Adriano MachadoJair Bolsonaro come cachorro quente em Brasília durante pandemia de coronavírus. Foto de 23 de maio de 2020.
Jair Bolsonaro come cachorro quente em Brasília durante pandemia de coronavírus. Foto de 23 de maio de 2020. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que já havia feito vetos semelhantes contra o uso obrigatório de máscaras em locais públicos em meio à pandemia da COVID-19, vetou a exigência de uso de máscara em prisões, disse o governo.

O decreto presidencial publicado no Diário Oficial da União veta uma cláusula de lei que estabelece o uso obrigatório de máscaras de proteção individual dentro do sistema prisional. Além disso, Bolsonaro também liberou os estabelecimentos comerciais da obrigatoriedade de pregar placas com informativos sobre o uso de máscaras contra a COVID-19.

Na sexta-feira (3), Bolsonaro já havia vetado o uso obrigatório de máscaras em órgãos governamentais, instituições comerciais, industriais, religiosas e outros locais públicos.

© REUTERS / Adriano MachadoEm Brasília, o presidente Jair Bolsonaro usa uma máscara de proteção, em meio à pandemia da COVID-19, durante cerimônia de posse do ministro das Comunicações Fábio Faria, em 17 de junho de 2020.
Bolsonaro veta obrigatoriedade de uso de máscaras em prisões - Sputnik Brasil
Em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro usa uma máscara de proteção, em meio à pandemia da COVID-19, durante cerimônia de posse do ministro das Comunicações Fábio Faria, em 17 de junho de 2020.

Bolsonaro tem sido criticado por ignorar as recomendações sobre como lidar com a crise de saúde desencadeada pela pandemia do novo coronavírus e também por defender a reabertura da economia brasileira enquanto prefeitos e governadores de todo o país impuseram quarentenas com restrições sociais.

Em meio à pandemia, o presidente lida com uma crise política e econômica, além da sanitária, e segue acossado por investigações de corrupção em seu entorno, assim como contra si, especificamente devido às acusações do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, de que Bolsonaro interferiu politicamente na Polícia Federal.

O Brasil está atrás apenas dos Estados Unidos em termos de casos e mortes causadas pela COVID-19, tendo registrado mais de 1,6 milhão de casos e quase 65 mil mortes.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала