Irã assegura independência do estreito de Ormuz para exportar petróleo

© AFP 2022 / EBRAHIM NOROOZI / JAMEJAM ONLINEOs navios iranianos fazem parte nas manobras no estreito de Ormuz (Uma foto de arquivo)
Os navios iranianos fazem parte nas manobras no estreito de Ormuz (Uma foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente do Irã, Hassan Rouhani, assegurou que o país conta com um novo terminal petrolífero no mar de Omã e com uma nova rota de exportação.

Com isso, o país deixa de depender do estreito de Ormuz para realizar a exportação do ouro negro.

O estreito de Ormuz é um ponto estratégico por onde uma importante quantidade de petróleo é exportada a cada dia a diferentes mercados.

No entanto, este local foi convertido em um ponto controverso e de instabilidade para o Irã depois que os EUA começaram a elevar sua presença militar no golfo Pérsico para evitar o transporte do petróleo iraniano pela região.

Por este motivo, o Irã decidiu construir um oleoduto na costa do mar de Omã para proteger suas exportações e evitar possíveis problemas na região devido às constantes sanções norte-americanas.

"Estamos construindo um oleoduto de 1.000 quilômetros desde Goreh até Jask, e nossas exportações de petróleo já não estão conectadas ao cordão umbilical do estreito de Ormuz. É a primeira vez na história iraniana que um projeto como esse é realizado", afirmou Rouhani em uma reunião de governadores do Irã em Teerã.

Segundo a PressTv, o líder supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei, também considera que este projeto é "a obra mais estratégica" de sua administração.

O novo terminal está localizado próximo do porto de Chabahar, e a nova rota está a ponto a se converter em um elemento-chave no Corredor Internacional de Transporte Norte-Sul (INSTC, na sigla em inglês), uma rede de vias marítimas, ferroviárias e rodoviárias para transportar cargas entre a Índia, Irã, Afeganistão, Armênia, Azerbaijão, Rússia, Ásia Central e Europa.

Além disso, esta nova rota de comércio e transporte no Irã representa uma alternativa mais barata e mais curta em comparação com a tradicional através do canal de Suez.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала