Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

COVID-19 atinge quase um terço das etnias indígenas no Brasil, segundo comitê

© REUTERS / Bruno KellyFamília de vítima de COVID-19 após enterro coletivo, no cemitério Parque Taruma, em Manaus (AM), 26 de maio de 2020
Família de vítima de COVID-19 após enterro coletivo, no cemitério Parque Taruma, em Manaus (AM), 26 de maio de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga no
A pandemia do novo coronavírus atingiu pelo menos 111 povos indígenas, de acordo com o Comitê Nacional pela Vida e Memória Indígena.

O comitê, formado por lideranças indígenas, avalia que o total de infectados pelo coronavírus nestes grupos já chega a 7.753, com 349 óbitos, informou Agência Brasil.

Em meados de maio, o ciclo de transmissão da doença acometia 44 etnias, segundo apuração da Agência Brasil. O aumento do número de casos demonstra que a doença pode se alastrar rapidamente pelos 305 povos indígenas que vivem no país.

Os números apresentados pelo comitê superam os registrados oficialmente pelo Ministério da Saúde. A Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) registrou 4.771 casos confirmados da doença e 128 óbitos, segundo atualização desta quarta-feira (24). O relatório da pasta também informa que 614 casos estão sob investigação.

Pelo levantamento das lideranças indígenas Amazonas aparece liderando o ranking, com 152 casos, seguido pelo Pará, com 67, e Roraima, com 41. No total, 19 unidades federativas já registram casos de COVID-19 entre indígenas.

A população warao, o segundo maior povo indígena da Venezuela e que tem buscado refúgio no Brasil, foi incluído nas pesquisas do grupo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала