Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Rodrigo Maia defende prorrogação do auxílio emergencial por mais 3 meses

© Folhapress / André CoelhoPresidente Jair Bolsonaro deixa a Câmara dos Deputados acompanhado pelo presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia
Presidente Jair Bolsonaro deixa a Câmara dos Deputados acompanhado pelo presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a defender neste sábado (20) a prorrogação do auxílio emergencial no seu valor atual, R$ 600, por mais três meses.

A equipe econômica do governo e o próprio presidente Jair Bolsonaro pretendem prorrogar o auxílio por dois meses e no valor reduzido a R$ 300 por parcela. O presidente justificou a redução do auxílio com alto endividamento do governo federal em função do enfrentamento da pandemia de COVID-19.

Rodrigo Maia, em sua conta no Twitter, voltou a defender a prorrogação do auxílio por, pelo menos, três meses, no valor de R$ 600.

​O Presidente da Câmara acrescentou que a maioria dos deputados apoia a sua posição.

"Tenho certeza que a minha posição é acompanhada pela maioria dos deputados. Manter esta ajuda é premente. O governo não pode esperar mais para prorrogar o auxílio. A ajuda é urgente e é agora", afirmou Maia em mais uma mensagem.

A lei, de iniciativa do Congresso, contempla o pagamento do auxílio de R$ 600 por três meses. O governo estima que a medida está custando cerca de R$ 150 bilhões aos cofres públicos.

Segundo Caixa Econômica Federal, o recurso foi já foi recebido por 64,1 milhões pessoas, no valor de R$ 83 bilhões.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала