Quando melhor arma são a caneta e a tinta

© Sputnik / Vitaly PodvitskyQuando melhor arma são a caneta e a tinta
Quando melhor arma são a caneta e a tinta - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Presidente americano acusa ex-conselheiro de Segurança Nacional dos EUA John Bolton de espalhar mentiras ao escrever livro com críticas contra a gestão de Trump.

Em publicação no Twitter, o presidente americano Donald Trump protagonizou mais uma vez um episódio de troca de farpas com seu ex-conselheiro de Segurança Nacional, John Bolton.

"O livro de Bolton, que está recebendo avaliações horríveis, é uma compilação de mentiras e histórias inventadas, tudo intencionado para sujar minha imagem. Muitas das declarações ridículas que ele atribui a mim nunca foram feitas, pura ficção. Só tentando se vingar por tê-lo demitido como o cachorrinho doentio que ele é!"

Em outra publicação, o presidente considerou o livro de Bolton "muito tedioso" além de ter chamado o ex-conselheiro de "tolo chato e descontente que só queria ir à guerra".

Mais cedo, Trump acusou Bolton de ter infringido a lei por revelar informações secretas em seu livro "A sala onde isso aconteceu" ("The Room Where It Happened", no original em inglês).

Sendo assim, o governo americano recorreu à Justiça do país para impedir a distribuição do material e a divulgação de seu conteúdo pela mídia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала