Bombardeiros estratégicos B-52 dos EUA conduzem missão aérea com caças da Noruega no Ártico (VÍDEO)

© AFP 2022 / YONHAP This picture taken by the Republic of Korea Air Force on January 10, 2016 and released via Yonhap news agency shows a US B-52 Stratofortress (bottom R) flying with South Korean F-15K fighter jets (top) and US F-16 fighter jets (bottom L) over South Korea
This picture taken by the Republic of Korea Air Force on January 10, 2016 and released via Yonhap news agency shows a US B-52 Stratofortress (bottom R) flying with South Korean F-15K fighter jets (top) and US F-16 fighter jets (bottom L) over South Korea - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Quatro bombardeiros estratégicos B-52 implantados na Base Aérea dos EUA Minot, no estado de Dakota do Norte, realizaram nesta quarta-feira (3) uma missão de treinamento de longo alcance voando para a Europa através do Ártico.

Aeronaves B-52 Stratofortress da 5ª Ala de Bombardeiros conduziram treinamento com caças F-16 e F-35 da Força Aérea da Noruega durante a missão da Força-Tarefa de Bombardeiros, informaram em comunicado os comandos da Força Aérea dos EUA na Europa e na África.

Informa-se que os aviões sobrevoaram o oceano Ártico e o mar de Laptev ao largo da costa norte da Sibéria.

​Hoje [3], [caças] F-35 e F-16 da Noruega treinaram junto com [bombardeiros] B-52 Stratofortress dos EUA no espaço aéreo internacional perto do condado de Finnmark, no norte da Noruega.

"O Ártico é uma região estratégica com uma crescente importância geopolítica e global, e estas missões da Força-Tarefa de Bombardeiros demonstram o compromisso com os nossos parceiros e aliados e a nossa capacidade de dissuadir, assegurar e defender juntos em um ambiente cada vez mais complexo", disse no comunicado o comandante da Força Aérea dos EUA na Europa, Jeff Harrigian.

"A integração dos nossos bombardeiros em toda a Europa e no Ártico é fundamental para reforçar a segurança regional", ressaltou Harrigian, aponta portal Defense News.

Durante seu percurso os bombardeiros estratégicos B-52 foram reabastecidos por aeronaves KC-135 da Força Aérea dos EUA posicionados em uma base britânica.

Anteriormente dois bombardeiros norte-americanos B-1 realizaram a primeira operação estratégica de longo alcance na região nórdica durante um exercício, incluindo treinamento de apoio aéreo próximo com a Força Aérea da Suécia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала