Trump diz que G7 está 'desatualizado' e defende participação da Rússia e outros 3 países

© AP Photo / J. Scott ApplewhiteDonald Trump fala com repórteres no jardim externo da Casa Branca, em Washington, EUA, em 7 de fevereiro de 2020 (foto de arquivo)
Donald Trump fala com repórteres no jardim externo da Casa Branca, em Washington, EUA, em 7 de fevereiro de 2020 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste sábado (30) que pretende adiar para setembro e convidar novos países para a cúpula do G7, prevista inicialmente para junho em Washington.

Conversando com a imprensa no avião presidencial, o presidente dos EUA disse que pretende convidar Austrália, Rússia, Coreia do Sul e Índia para a cúpula. Trump estava retornando do Cabo Canaveral para Washington.

O G7, segundo o presidente dos EUA, está "desatualizado" e não "representa adequadamente" o mundo. Hoje, o grupo é formada por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido.

Com a pandemia de coronavírus, o adiamento da cúpula já havia sido confirmado pelo consultor de segurança nacional dos Estados Unidos, Robert O'Brien. A nova data anunciada então, contudo, seria o final de junho e o encontro seria presencial, disse O'Brien.

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, anunciou por meio de seu porta-voz que "considerando a situação geral da pandemia" não iria para os EUA participar do G7 no final de junho. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала