Protestos nos EUA: polícia cerca Casa Branca para impedir acesso de manifestantes

© AP Photo / Julio CortezManifestante carrega a bandeira dos EUA virada ao contrário, durante protestos em Minneapolis, 28 de maio de 2020
Manifestante carrega a bandeira dos EUA virada ao contrário, durante protestos em Minneapolis, 28 de maio de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A polícia de Washington cercou a Casa Branca para evitar o acesso de manifestantes até o prédio.

Cerca de mil pessoas protestaram nesta sexta-feira (30) no parque, ao lado da Casa Branca, contra a morte de George Floyd, na segunda-feira (25). Pelo menos seis pessoas foram detidas e alguns membros do serviço secreto ficaram feridos.

Neste sábado (30), as cercas temporárias foram instaladas de modo a parar o fluxo de manifestantes a uma quadra da Casa Branca, informou o portal NBC News. O presidente Donald Trump não está na Casa Branca, pois viajou para Flórida, onde acompanhou o lançamento do foguete da SpaceX.

A morte de George Floyd, mais um negro morto pela polícia norte-americana em Minneapolis, provocou protestos em massa em diversas cidades dos Estados Unidos após a divulgação de um vídeo, que registrou o ocorrido.

Floyd foi morto durante uma abordagem policial em Minneapolis quando um policial o fez deitar no chão e pressionou seu joelho no pescoço. A vítima reclamou de não conseguir respirar durante a abordagem, mas tal fato foi ignorado pelos policiais.

Ontem (29) o governador de Minnesota, Tim Walz, declarou o toque de recolher a partir das 20h00 (22h00 no horário de Brasília) em Minneapolis. Já o Pentágono deu ordem para que 800 soldados da Polícia Militar americana estejam preparados para ser enviados para a cidade.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала