- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Fóssil de pterossauro raro é descoberto fora do seu antigo 'habitat' no Brasil e na China (FOTO)

Nos siga noTelegram
Com um bico finamente pontiagudo, o fragmento de forma peculiar é característico de um grupo de pterossauros chamado tapejaras, comumente encontrado no Brasil e na China.

Foi descoberto no Reino Unido um fóssil de uma espécie de dinossauro normalmente encontrada somente no Brasil e na China, relata a emissora BBC.

O osso maxilar fossilizado de um pterodátilo foi descoberto na baía Sandown, Ilha Wight, no Reino Unido. Os resultados da pesquisa foram publicados na revista Cretaceous Research.

© Foto / University of PortsmouthFóssil de um pterossauro voador do Período Cretáceo
Fóssil de pterossauro raro é descoberto fora do seu antigo 'habitat' no Brasil e na China (FOTO) - Sputnik Brasil
Fóssil de um pterossauro voador do Período Cretáceo

A mandíbula do espécime, identificada pela doutoranda Megan Jacobs da Universidade de Portsmouth, foi apelidada de Wightia declivirostris, carecia de dentes e está relacionada a um grupo de pterossauros conhecidos como tapejaras.

Outro membro deste grupo foi encontrado por pesquisadores da instituição no Marrocos, norte da África, em 2019, e foi chamado de afrotapejara.

"Apesar de ser apenas um fragmento de mandíbula, tem todas as características de uma mandíbula de tapejaras, incluindo numerosos buraquinhos que continham minúsculos órgãos sensoriais para a detecção de seus alimentos, e um bico de pontas finas e virado para baixo", disse a estudante de paleontologia.

"Exemplos completos do Brasil e da China mostram que eles tinham grandes cristas de cabeça, com a crista às vezes sendo duas vezes maior do que o crânio. As cristas provavelmente eram usadas em exposição sexual e podem ter sido coloridas de forma brilhante."

O professor David Martill, da Universidade de Portsmouth, disse: "Esta nova espécie aumenta a diversidade de dinossauros e outros répteis pré-históricos encontrados na ilha, que é hoje um dos lugares mais importantes para os dinossauros do Cretáceo no mundo."

O fóssil da Ilha Wight acabou sendo doado ao Museu da Ilha dos Dinossauros em Sandown para futura exposição.

Anteriormente, a Universidade de Portsmouth encontrou na Ilha Wight um fóssil de "superpterossauro" conhecido como Hatzegopteryx, que teria vivido na era Barremiana, de 125 milhões a 129 milhões de anos atrás.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала