- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Efeitos da pandemia: PIB cai 1,5% no 1º trimestre de 2020

© REUTERS / Adriano MachadoO presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes, durante uma coletiva de imprensa após reunião com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli.
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes, durante uma coletiva de imprensa após reunião com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O PIB do Brasil apresentou contração de 1,5% na comparação do primeiro trimestre de 2020 contra o quarto trimestre de 2019, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (29).

Na comparação com o primeiro trimestre de 2019, o PIB teve variação negativa de 0,3%. No acumulado nos quatro trimestres, encerrados em março de 2020, subiu 0,9%, na comparação com os quatro trimestres imediatamente anteriores.

Com as medidas de distanciamento social impostas pelo coronavírus, indústria (-1,4%) e serviços (-1,6%) registraram queda, enquanto a agropecuária (0,6%) teve um aumento. Os números são da comparação do primeiro trimestre de 2020 contra o quarto trimestre de 2019.

Na indústria, a queda foi mais acentuada no setor de indústrias extrativas (-3,2%), assim como construção (-2,4%) e indústrias de transformação (-1,4%).

No setor de serviços, informa o IBGE em comunicado, os setores com maiores quedas foram: outros serviços (-4,6%), transporte, armazenagem e correio (-2,4%), informação e comunicação (-1,9%), comércio (-0,8%), administração, saúde e educação pública (-0,5%), intermediação financeira e seguros (-0,1%). O segmento de atividades imobiliárias (0,4%) registrou aumento.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала