Caças de Singapura são vistos com módulos de vigilância considerados desaparecidos há 15 anos

© AP Photo / Yong Teck LimVisitante de um show aéreo em Singapura tirando selfie atrás de um caça F-35B da empresa norte-americana Lockheed Martin
Visitante de um show aéreo em Singapura tirando selfie atrás de um caça F-35B da empresa norte-americana Lockheed Martin  - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Caças F-16 de Singapura foram fotografados com módulos de reconhecimento produzidos pela israelense Elbit, equipamento que se acreditava já não existir na Força Aérea do país desde 2005.

O portal Defense News afirma ter tido acesso a imagens de diversos caças da Força Aérea de Singapura. Nestas imagens, as aeronaves estariam equipadas com o Sistema de Fotografia Oblíqua de Longa Distância Elbit Condor 2 (Condor 2 LOROP).

Uma das fotos - que o Defense News não publica, pois os fotógrafos não deram permissão - foi mostrada à Elbit e ao Ministério da Defesa de Singapura, mas não houve confirmação formal de que o sistema estaria em uso novamente.

O Condor 2 LOROP é um sistema eletro-óptico a infravermelho, que a fornecedora afirma prover imagens de reconhecimento de alta resolução a longa distância do alvo, cobrindo grandes áreas em um intervalo curto de tempo.

Além disso, as imagens podem ser transmitidas em tempo real graças a um sistema de conexão de dados e uma estação de tratamento de imagens em terra, representando uma autonomia estratégica para as aeronaves de Singapura em meio a eventuais conflitos na região.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала