EUA introduzem sanções contra dirigentes do programa nuclear do Irã

© AP Photo / Vahid Salemi A usina nuclear Bushehr no Irã
A usina nuclear Bushehr no Irã - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário de Estado norte-americano anunciou que os Estados Unidos dão 60 dias para que o Irã ponha fim aos projetos relacionados com o seu programa nuclear.

Os EUA sancionaram dois dirigentes do programa nuclear iraniano, Majid Agha'i e Amjad Sazgar. Este programa não tinha sido alvo de sanções até agora por estar abrangido pelo Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês).

O JCPOA é um acordo internacional que regula o programa nuclear iraniano, assinado em 2015 entre o Irã e os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (China, Estados Unidos, França, Reino Unido, Rússia), mais a Alemanha e a UE.

"Os cientistas iranianos precisam escolher: optar pelo trabalho pacífico fora do âmbito da proliferação ou arriscar-se a ser sancionados", declarou o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, ao anunciar a decisão do governo.

​Estou também sancionando dois dirigentes do programa de enriquecimento nuclear iraniano - Majid Agha’i e Amjad Sazgar. Os cientistas iranianos precisam fazer uma escolha: prosseguir o trabalho pacífico fora do âmbito da proliferação ou arriscar-se a ser sancionados.

"A contínua escalada nuclear do Irã deixa claro que esta cooperação deve terminar. Novas tentativas de extorsão nuclear só trarão maior pressão sobre o regime", declarou.

© REUTERS / Nicholas KammSecretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, durante conferência de imprensa, no Departamento de Estado em Washington, EUA, 20 de maio de 2020
EUA introduzem sanções contra dirigentes do programa nuclear do Irã - Sputnik Brasil
Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, durante conferência de imprensa, no Departamento de Estado em Washington, EUA, 20 de maio de 2020

No dia 5 de janeiro, Teerã anunciou que não iria observar os limites estabelecidos no JCPOA relativamente ao enriquecimento de urânio, porém observou que continuaria cooperando com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA, na sigla em inglês).

A redução dos compromissos fixados no Plano de Ação Conjunto Global por parte da República Islâmica foi uma resposta à retirada unilateral dos EUA do acordo, em maio de 2018, e à imposição de sanções ao país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала