Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Reino Unido considera reabrir serviços não essenciais na metade de junho

© REUTERS / Toby MelvillePrimeiro-ministro do Reino Unido passeia pelo centro de Londres, em meio à pandemia de COVID-19, 11 de maio de 2020
Primeiro-ministro do Reino Unido passeia pelo centro de Londres, em meio à pandemia de COVID-19, 11 de maio de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O primeiro-ministro Boris Johnson disse hoje (25) que o Reino Unido poderá reabrir todos os serviços não essenciais em 15 de junho, se o novo coronavírus permanecer contido até lá.

"Em 15 de junho, pretendemos permitir que todo o varejo não essencial, que vai de lojas de departamento a pequenas lojas independentes, reabra", disse o premiê britânico em conversa com repórteres, citado pela AFP e explicando que isso "dependerá do progresso" da luta contra a COVID-19.

Com quase 37 mil mortos, o Reino Unido é o país com maior número de casos fatais da doença na Europa e um dos mais afetados pela pandemia em todo o mundo. Mas a situação vem melhorando significativamente nos últimos dias, o que levou o governo à decisão de reabrir parte do comércio e das escolas já no início da próxima semana. 

​"Devido ao progresso que estamos fazendo, posso, com confiança, alertar o povo britânico sobre as mudanças que pretendemos introduzir à medida que avançamos para o segundo passo", disse Johnson, segundo a Agence France-Presse.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала