Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Crivella anuncia que vai liberar funcionamento de igrejas e templos religiosos no Rio de Janeiro

© Foto / José Lucena/Futura Press/FolhapressO prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella - Sputnik Brasil
Nos siga no
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou, nesta segunda-feira (25), que vai incluir igrejas e templos religiosos entre as atividades que não têm qualquer restrição para funcionamento na cidade.

A medida deve ser publicada no Diário Oficial e também tratará de algumas orientações que as missas e cultos deverão seguir durante a reabertura.

Será preciso disponibilizar álcool em gel, garantir a distância mínima de dois metros entre frequentadores e o uso de máscara obrigatório para o acesso e permanência nos templos. O decreto não proíbe a presença de idosos nem pessoas com comorbidades, mas diz que pessoas com 60 anos ou mais, que tenham diabetes, câncer e outras doenças devem dar preferência a cultos on-line.

Após reunião com o Conselho Científico da prefeitura, Crivella anunciou que não vai flexibilizar o isolamento social no Rio.

"Não vamos relaxar as medidas de afastamento social. Devemos esperar mais um período para recomeçar o retorno às atividades", explicou o prefeito, citado pelo portal G1.

Segundo Crivella, já há protocolos pensados para algumas atividades que vão poder ser as primeiras a voltar em junho.

"Nós falamos, por exemplo, sobre lojas de móveis, onde não temos aglomerações. E concessionárias de veículos", disse o prefeito.

Crivella justificou a medida dizendo que não houve uma "explosão de casos" no Rio de Janeiro.

"Nós hoje dominamos a pandemia. Nós não entramos no caos. Tínhamos uma preocupação enorme de uma explosão de casos na cidade. Graças aos equipamentos que vieram, não tivemos isso", argumentou o prefeito.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала