Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Chile promulga lei que reduz salários de políticos do país

© AP Photo / Eraldo PeresSebastián Piñera, presidente do Chile, fala durante encontro com o então presidente do Brasil, Michel Temer, em Brasília, no dia 27 de abril de 2018.
Sebastián Piñera, presidente do Chile, fala durante encontro com o então presidente do Brasil, Michel Temer, em Brasília, no dia 27 de abril de 2018. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente chileno, Sebastián Piñera, promulgou nesta segunda-feira (25) a reforma constitucional que, entre outras coisas, reduz os salários de grande parte dos políticos e servidores públicos do país.

Adotada em meio ao surto do novo coronavírus, que vem causando sérios impactos econômicos em todo o mundo, a nova lei faz ecoar algumas das várias reivindicações das grandes manifestações que tomaram conta do Chile no ano passado, levando a uma profunda crise social e política. 

​Iniciamos esta semana promulgando Reforma Constitucional que reduz os subsídios parlamentares e os salários de outras autoridades, como o presidente, ministros, subsecretários, prefeitos, governadores e outros funcionários. Reforma justa e necessária que melhorará nossa democracia.

Os parlamentares chilenos possuem um dos salários mais altos em todo o mundo (cerca de R$ 48 mil) e medidas para reduzir esses vencimentos vinham sendo propostas desde 2014.

Segundo o presidente Piñera, a nova lei determina também a criação de uma comissão técnica para fixar periodicamente os salários no âmbito do serviço público. 

O Chile possui atualmente 73.997 casos confirmados de COVID-19, com 761 mortes, informa o Centro de Recursos de Coronavírus da Universidade Johns Hopkins. 

​Há cerca de uma semana, de acordo com a AFP, habitantes da capital, Santiago, violaram o esquema de isolamento imposto pelas autoridades para protestar contra a falta de ajuda por parte do poder público em meio ao aumento do desemprego e da fome nas regiões mais pobres da cidade.

Em resposta a essas pressões, o presidente do país disse que se reunirá com outros políticos nesta terça-feira (26) para discutir medidas de enfrentamento ao coronavírus, de auxílio às famílias e de ajuda à economia.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала