Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Primeira cidade da Amazônia equatoriana combate coronavírus sem casos registrados

© AP Photo / Dolores OchoaPacientes com sintomas de coronavírus aguardam para realizar teste no Equador
Pacientes com sintomas de coronavírus aguardam para realizar teste no Equador - Sputnik Brasil
Nos siga no
Sem um único contágio por coronavírus, o cantão de Aguarico, na província amazônica de Orellana, se converteu na primeira cidade do Equador a superar a primeira etapa de restrições do coronavírus.

"O cantão de Aguarico soube lidar com a situação com responsabilidade e solidariedade, por este motivo o cantão ainda não tem contágios", afirma um comunicado do Município de Aguarico, cantão de aproximadamente seis mil habitantes, na fronteira com a Colômbia.

O comunicado agregou que a medida de flexibilização das restrições entrou em vigência uma vez que a resolução do prefeito do município, Juan Carlos Orellana, foi reconhecida pelo Comitê Nacional de Operações de Emergência (COE).

Segundo a prefeitura, a decisão foi tomada com o objetivo de incentivar o setor produtivo e dinamizar a economia local.

A medida exigirá aos habitantes manter o distanciamento social, o uso obrigatório de máscaras e medidas de biossegurança estabelecidas e aprovadas pelo COE do Equador, disse Orellana.

Entre as mudanças decorrentes de passar ao nível verde de restrições estão o restabelecimento do transporte com 50% da capacidade de passageiros; a reabertura de negócios, também com o mesmo limite; e o retorno de funcionários de empresas públicas e privadas a seus postos de trabalho (70% da capacidade).

Aguarico é o primeiro dos 221 cantões do Equador que passou à cor verde no sistema de cores (verde, amarelo e vermelho) estabelecido pelo governo equatoriano para retomar as atividades econômicas suspensas pela emergência sanitária da COVID-19. Entretanto, em Quito, capital do país sul-americano, o governo mantém o estado de alerta, com uma série de restrições impostas para deter a proliferação do vírus.

No Equador, segundo dados do Ministério da Saúde, foram registrados mais de 34 mil casos de contágio.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала