Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Pentágono lançará enorme frota de pequenos satélites que poderão cobrir todo o planeta

© Depositphotos / Andrey ArmyagovSatélite espacial orbitando a Terra (imagem referencial)
Satélite espacial orbitando a Terra (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga no
EUA estão desenvolvendo programa militar que visa lançar ao espaço grande frota de satélites de órbita baixa capazes de monitorar toda a superfície do planeta.

Atualmente, o Pentágono opera satélites de grande porte e de grande custo operacional.

Para reduzir os gastos e aumentar a eficiência de seu sistema de satélites em caso de um deles ser abatido ou vir a cair, os militares americanos decidiram pela criação de frotas de satélites pequenos, de baixo custo e que ocuparão a órbita baixa da Terra.

Para tanto, está em desenvolvimento o Projeto Blackjack que deverá lançar seus primeiros satélites já em 2020 e 2021, publicou a Agência de Projetos de Investigação Avançados de Defesa dos EUA (DARPA, na sigla em inglês).

Ideia civil?

A ideia teria partido do programa Starlink da SpaceX. Atualmente, o programa opera diversos satélites em órbita baixa e que visam prover acesso à Internet a qualquer lugar do globo.

De forma semelhante, os satélites do projeto militar poderão cobrir todas as regiões do planeta dando informações importantes para o Pentágono de forma rápida e precisa.

Além disso, em caso de conflito militar, se os EUA vierem a perder um de seus satélites, este poderia ser substituído por outro próximo.

Tal substituição seria difícil de realizar caso o país dependa somente de grandes satélites para suas operações.

Por sua vez, o sistema Pit Boss será usado para o gerenciamento da frota, excluindo assim a necessidade de interferência humana no gerenciamento.

O primeiro aparelho a ser lançado ao espaço será o Mandrake 1, que carregará a bordo chips de processamento de supercomputadores. Logo em seguida, será lançado o Mandrake 2, um par de satélites pequenos com ligações intersatélite.

Como parte do projeto, a primeira constelação de satélites deverá carregar sensores para passar dados via rádio às tropas, assim como auxiliar sistemas de navegação, localização e cronometragem.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала