Jornalista é morto a tiros no norte do México

© AFP 2022 / RONALDO SCHEMIDTPolícia mexicana
Polícia mexicana - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Mais um jornalista foi assassinado neste sábado (16) no norte do México, elevando para três o número de profissionais da imprensa vítimas de mortes violentas neste ano no país.

Jorge Miguel Armenta Ávalos, diretor do jornal Tiempo, do Semanario Última Palabra e do Medios Obson, foi assassinado quando saía de um restaurante, durante o período da tarde, em Ciudad Obregón, no estado de Sonora.

De acordo com a imprensa mexicana, o jornalista tinha acabado de se reunir com membros da segurança pública local quando foi alvejado por disparos de arma de fogo no centro da cidade. Dois policiais também acabaram morrendo na ação. 

​As autoridades dos três níveis de governo se encontram reunidas nestes momentos para atender ao condenável ataque ocorrido há alguns momentos em Ciudad Obregón.

Ainda segundo a mídia local, Ávalos, que era produtor de diversos programas, já vinha recebendo ameaças de morte, assim como outros jornalistas de sua equipe. Mas os motivos do ataque e a autoria do crime ainda estão sendo investigados.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала