Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

IBGE: desemprego sobe em todas as regiões do Brasil no 1º trimestre de 2020

© Folhapress / Danilo VerpaPessoas observam ofertas de emprego na rua Barão de Itapetininga no centro de São Paulo.
Pessoas observam ofertas de emprego na rua Barão de Itapetininga no centro de São Paulo. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Nesta sexta-feira (15), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgou novos dados sobre o desemprego no Brasil.

Segundo o relatório da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do IBGE, o desemprego no primeiro trimestre de 2020 subiu em todas as regiões brasileiras em relação ao primeiro trimestre de 2019.

A região Nordeste foi a mais impactada, saindo de 13,6% de desempregados no primeiro trimestre de 2019 para 15,6% neste ano. No Sudeste, a taxa subiu de 11,4% para 12,4% no mesmo período. Na região Norte, foi de 10,6% para 11,9%. No Centro-Oeste, foi de 9,3% para 10,6%. Já na região Sul, foi de 6,8% para 7,5%.

A taxa geral de desemprego no país subiu de 11%, em 2019, para 12,2% neste ano. A taxa equivale a 12,850 milhões de pessoas.

Os dados estratificados mostram que o desemprego é maior entre pretos e pardos - negros - do que entre brancos. Entre pretos, a taxa ficou em 15,2% e entre pardos, em 14%. Já entre os brancos, a taxa ficou em 9,8%.

As mulheres também são mais impactadas pelo desemprego. A taxa de desemprego entre homens ficou em 10,4% e entre mulheres, em 14,5%.

O levantamento também especifica que 12 estados brasileiros apresentaram alta no desemprego. Os estados com a maior taxa de desemprego são a Bahia com 18,7%, o Amapá com 17,2%, Roraima com 16,5%, Alagoas com 16,5% e o Maranhão com 16,1%.

O período acompanha o início da pandemia da COVID-19 no Brasil, cujo primeiro caso foi registrado em 25 de fevereiro. A pandemia levou a medidas restritivas como o fechamento do comércio e a recomendação de isolamento social, gerando impactos na economia.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала