Versão naval recém-modificada do caça chinês JL-9 realiza 1º voo

© AP Photo / Xinhua, Zha ChunmingAvião de combate chinês J-15 (foto de arquivo)
Avião de combate chinês J-15 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Segundo relatado por várias fontes chinesas no dia 12 de maio, novo caça embarcado JL-9G realizou seu primeiro voo, levando a especulações que a aeronave poderia no futuro próximo entrar em serviço e operar paralelamente com o caça J-15.

O caça JL-9G é um caça de treino que foi projetado principalmente para preparar pilotos para operar aviões chineses de topo de gama, no entanto, esta aeronave também é um aparelho formidável em combate, particularmente em missões de baixa intensidade.

Seu design amplamente modernizado é uma variação do lendário caça soviético MiG-21, exibindo uma cabine totalmente digital, ele é equipado com aviônica e sensores avançados e tem uma capacidade de carregar uma ampla gama de munições modernas, tanto para missões ar-ar como ar-solo.

​Jato de treino JL-9 pertencente a um regimento de aviação da Universidade de Aviação Naval do PLA [Exército Popular de Libertação] na pista de pouso e decolagem.

O JL-9G está posicionado em terceiro lugar em termos de capacidades de combate entre os aviões de treinamento do mundo e ostenta um desempenho de voo formidável com uma razão de subida de 150 m/s, velocidade de até Mach 1,5 e teto de voo de 16 quilômetros.

O caça tem capacidade para transportar mísseis ar-ar de curto alcance PL-8 e PL-9. Contudo, suas capacidades são ainda muito inferiores em comparação com o caça mais pesado J-15.

O Exército Popular de Libertação da China possui atualmente a maior frota de caças pesados do mundo, muitos deles desenvolvidos com base no Su-27. O primeiro caça pesado chinês não derivado deste caça soviético é o J-20 de quinta geração, também chamado de Dragão Poderoso, aponta a revista Military Watch.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала