EUA vão 'apoiar constantemente' direito de Israel de se defender, afirma Pompeo

© AP Photo / Sebastian ScheinerEncontro entre Mike Pompeo e Benjamin Netanyahu em Israel
Encontro entre Mike Pompeo e Benjamin Netanyahu em Israel - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, reafirmou apoio norte-americano durante um encontro com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, nesta quarta-feira (12).

"Eu quero expressar minhas condolências ao soldado que foi morto [ontem] e lembrar a todos nós da importância de assegurar a todos de Israel o direito de se defender e os Estados Unidos vão apoiar constantemente vocês [israelenses] neste empenho", afirmou Pompeo.

As condolências do secretário norte-americano se devem a um soldado israelense morto na terça-feira (12). Segundo o Jornal Haaretz, o soldado foi apedrejado durante uma operação no território palestino da Cisjordânia.

Netanyahu, por sua vez, agradeceu a Pompeo por se arriscar ao viajar ao país do Oriente Médio durante à pandemia, qualificando o ato como uma prova de força da aliança entre os dois países e a determinação do presidente norte-americano Donald Trump com Israel.

"Em breve formaremos um governo de unidade nacional, amanhã, acredito esta é uma oportunidade para promover a paz e segurança baseadas no entendimento alcançado com o presidente Trump em minha última visita a Washington em janeiro. E estes são grandes desafios e oportunidades que podemos realizar, porque temos uma ligação tão forte que faz a aliança entre Israel e Estados Unidos se destacar [...]", declarou Netanyahu.

Além disso, se espera que Pompeo se encontre com o porta-voz do Parlamento israelense e adversário político de Netanyahu, Benny Gantz. Após três eleições gerais em um ano, os dois políticos israelenses assinaram um acordo de coligação para formar um governo, que deve tomar posse em 14 de maio.

O secretário norte-americano viajou a Israel para felicitar o país pelo novo governo e discutir questões bilaterais, regionais e globais, assim como um plano de anexação de territórios palestinos por parte do Estado de Israel.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала