EUA podem desenvolver aviões de apoio para tropas especiais

© Sputnik / Aleksei Kudenko / Abrir o banco de imagensAvião de reconhecimento P-8A Poseidon dos EUA
Avião de reconhecimento P-8A Poseidon dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os EUA estariam pensando em um projeto de desenvolvimento de aviões de apoio capazes de comandar ataques de precisão das tropas especiais que operam longe de suas bases logísticas.

Operando em unidades pequenas e cumprindo missões diversificadas em território inimigo, longe de seus quartéis generais, os combatentes das Forças de Operações Especiais dos EUA (SOCOM, na sigla em inglês) precisam de um novo avião de reconhecimento e apoio de fogo. Diversas opções de projeto teriam sido apresentadas, segundo artigo do analista militar Kris Osborn, publicado no portal Warrior Maven.

"Se o apoio de fogo aéreo é capaz de identificar e atacar focos de combatentes inimigos, menos tropas terrestres precisarão entrar no [alcance do] fogo inimigo", afirmou Osborn.

Outras funções destas aeronaves seriam intervir como meios de inteligência capazes de guiar o fogo e seguir os movimentos das tropas inimigas, principalmente em combates a distâncias próximas, quando um inimigo se esconde em edifícios, situação que requer ataques de precisão.

© AFP 2022 / GREG WOODAvião norte-americano de reconhecimento (foto de arquivo)
EUA podem desenvolver aviões de apoio para tropas especiais - Sputnik Brasil
Avião norte-americano de reconhecimento (foto de arquivo)

Um dos aviões que desempenham esse papel atualmente é o MC-208 Armed Caravan, uma aeronave de reconhecimento adaptada para este tipo de missão. O equipamento foi desenvolvido a partir de uma fuselagem construída pela Textron (conglomerado que controla empresas fabricantes de aeronaves civis e militares), com sensores, aviônica e sistemas de controle de armas da MAG Sistemas de Automação Industrial.

Após adaptação, o MC-208 passou a transportar até oito mísseis guiados por laser Hellfire e até 28 projéteis do Sistema de Armas de Precisão Avançadas (APKWS, na sigla em inglês), também guiados por laser, para alvos menores.

"É uma plataforma perfeita pela qual estamos lutando [...] Em questão de horas podemos reconfigurar a aeronave conforme a necessidade", ressaltou Michael Waltz, congressista da Flórida ao comentar as operações na Líbia, Nigéria e Somália.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала