- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Bolsonaro buscava 'mais afinidade' em novo diretor-geral da PF, diz Valeixo

© AFP 2022 / Evaristo SaO presidente Jair Bolsonaro, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro e o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, 22 de agosto de 2019 (foto de arquivo)
O presidente Jair Bolsonaro, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro e o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, 22 de agosto de 2019 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) buscava "mais afinidade" com o comandante da Polícia Federal (PF), disse o ex-diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, em depoimento nesta segunda-feira (11).

Valeixo fez a afirmação em depoimento ligado ao inquérito aberto para apurar as acusações do ex-ministro Sergio Moro, informou o G1. O inquérito é relatado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello e foi aberto por pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Na terça-feira (12), serão ouvidos os ministros Augusto Heleno (Segurança Institucional), Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo).

O objetivo é apurar a denúncia de Moro, que afirmou ao se demitir do cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública que o presidente da República buscava interferir politicamente na PF e ter acesso à investigações. O ex-juiz da lava jato afirma que pediu demissão porque não havia motivo razoável para a troca de comando na PF e que foi pressionado. 

A PF é responsável por investigações que envolvem os filhos de Bolsonaro no Rio de Janeiro. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала