Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Governo pede ao STF que reconsidere suspensão de nomeação de Ramagem para PF

© REUTERS / Adriano MachadoO presidente Jair Bolsonaro na posse de Alexandre Ramagem como diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), em 11 de julho de 2019
O presidente Jair Bolsonaro na posse de Alexandre Ramagem como diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), em 11 de julho de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O governo do presidente Jair Bolsonaro pediu nesta sexta-feira (8) que seja reconsiderada a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu a nomeação de Alexandre Ramagem, para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal.

No documento encaminhado pela Advocacia-Geral da União (AGU) ao Supremo, o governo diz que apesar de ter tornado o ato de nomeação de Ramagem sem efeito, a ação apresentada pelo PDT, não perdeu o objeto e, portanto, ainda pode ser discutida pelo plenário do Supremo.

"Ressalta-se, porém, que nem o primeiro ato (decreto que tornou sem efeito a nomeação do Sr. Alexandre Ramagem), nem este (nomeação do Sr. Rolando de Souza) significam o perecimento do objeto do mandamus, pois ainda pretende o excelentíssimo senhor presidente da República ver restabelecida a sua prerrogativa constitucional de indicar o diretor-geral da Polícia Federal sem a restrição outrora imposta", afirma a manifestação, citada pela agência Reuters.

Na decisão tomada na semana passada, o ministro Alexandre de Moraes disse que há indícios de que a nomeação de Ramagem não respeitava os princípios da legalidade, moralidade e impessoalidade, o que configura desvio de finalidade. Alexandre Ramagem é amigo da família do presidente Bolsonaro.

A decisão de Moraes foi tomada com base no pronunciamento do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, que afirmou que Bolsonaro tentou interferir politicamente na Polícia Federal.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала