Presidente do Estado-Maior Conjunto: Pentágono desconhece origem do coronavírus

© AP PhotoVista aérea do prédio pentagonal de cinco lados, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, em Arlington, Virgínia.
Vista aérea do prédio pentagonal de cinco lados, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, em Arlington, Virgínia. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Departamento de Defesa dos EUA não conhece a origem do novo coronavírus, afirmou o chefe do Estado-Maior Conjunto, almirante Mile Milley.

"A resposta é que não sabemos", afirmou Milley ao falar sobre a possibilidade de o vírus ter sido criado em um laboratório, em um mercado na cidade chinesa de Wuhan ou em outro lugar.

Milley também afirmou que a evidência existente sugere que o vírus surgiu de forma espontânea em vez de ter sido criado pelo homem e que provavelmente não foi liberado intencionalmente.

"Não temos evidências conclusivas sobre nada disso, porém tudo mostra que provavelmente não tenha sido intencional", adicionou.

Milley solicitou ao governo chinês que coopere e permita que investigadores dos EUA possam ir a Wuhan a fim de averiguar as razões da pandemia de COVID-19.

Anteriormente, o presidente norte-americano, Donald Trump, prometeu investigar a origem do novo coronavírus e divulgar publicamente os resultados.

Trump também criticou em diversas ocasiões a China por esta supostamente ocultar o surto da COVID-19 e falhar na administração da crise em sua etapa inicial.

Segundo Trump, os dados de inteligência sugerem que o novo coronavírus tenha surgido em um laboratório na cidade de Wuhan.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала