EUA planejam adquirir sistemas de armamento a países da ex-União Soviética, segundo RT

© Sputnik / Vitaly Timkiv / Abrir o banco de imagensFranco-atirador usa fuzil de precisão SVD em exercício na região russa de Krasnodar (foto de arquivo)
Franco-atirador usa fuzil de precisão SVD em exercício na região russa de Krasnodar (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Estados Unidos pretendem encomendar munições e sistemas de armamento especiais produzidos pelos países da ex-URSS ou do antigo bloco do Leste Europeu.

Segundo informa RT, a referida aquisição de munições e sistemas de armamento especiais (SAWS, na sigla em inglês) é tida como fulcral pelo Departamento de Defesa dos EUA, outras entidades americanas e aliados estrangeiros para a execução de testes e exercícios, bem como para uso militar.

Os EUA planejam celebrar contratos de cinco anos com vários fornecedores, com prazos de entrega não especificados, para aquisição e fornecimento de armamentos e "munições não correspondentes a padrões da OTAN" e sua entrega tanto nos Estados Unidos como no exterior.

Os termos SAWS e "munições não correspondentes a padrões da OTAN" referem-se principalmente a munições e armas produzidas e utilizadas pelos países da ex-União Soviética ou do antigo bloco do Leste Europeu.

Já em 2019, o Pentágono manifestou a intenção de adquirir munições para armas que não são utilizadas na OTAN, inclusive para fuzis de assalto Kalashnikov e pistolas Tokarev e Makarov.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала