Trump ameaça impor novas tarifas sobre a China em retaliação pelo novo coronavírus, diz agência

© AP Photo / Alex BrandonO presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante coletiva de imprensa.
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante coletiva de imprensa. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou impor novas tarifas sobre a China em retaliação à pandemia da COVID-19.

As informações foram publicadas nesta sexta-feira (1º) pela agência Reuters a partir da fala de duas autoridades americanas sob a condição de anonimato.

Segundo as fontes, uma série de opções contra a China estão em discussão, mas alertam que os esforços estão nos estágios iniciais.

"Há uma discussão sobre o quão difícil atingir a China e como calibrá-la adequadamente", disse uma das fontes à agência.

Trump deixou claro, no entanto, que a preocupação sobre o papel desempenhado pela China em relação a origem e disseminação do novo coronavírus ganharam prioridade em relação ao acordo comercial entre os dois países.

"Assinamos um acordo comercial onde eles deveriam comprar, e eles estão comprando muito, na verdade. Mas isso agora se torna secundário ao que ocorreu com o vírus", disse Trump a repórteres. "A situação do vírus simplesmente não é aceitável".

Trump foi além e voltou a falar nesta quinta-feira (30) que possui um "alto grau de confiança" de que o novo coronavírus foi gerado a partir do Instituto de Virologia de Wuhan, na China.

"Sim, sim, eu tive", disse Trump ao ser perguntado por repórteres se havia tido acesso a evidências de que o novo coronavírus tenha sido criado em um laboratório chinês.

"Eu não posso te dizer, não tenho permissão de te dizer isso", completou o presidente, citado pela agência Reuters.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала