Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

FOTOS de satélite mostrariam dano causado a instalações sírias por ataques atribuídos a Israel

© AP Photo / Ariel SchalitCaça F-35 da Força Aérea israelense durante apresentação na cidade de Beersheba, Israel, 29 de dezembro de 2016
Caça F-35 da Força Aérea israelense durante apresentação na cidade de Beersheba, Israel, 29 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Veículos de comunicação sírios atribuíram muitos destes ataques aéreos à Força Aérea israelense. No entanto, Tel Aviv não comentou estas alegações, dando apenas insinuações vagas de que poderia estar por trás dos ataques.

A empresa privada de inteligência ImageSat divulgou uma série de imagens de satélite que alegadamente mostram a extensão dos danos causados a instalações da Síria pelos ataques aéreos que atingiram o país entre 31 de março e 27 de abril.

Um conjunto de imagens exibiria a destruição na base aérea de Shayrat, localizada na região de Homs, na sequência do ataque aéreo ocorrido no dia 31 de março.

A atividade de caça MiG-23 é detectada na base aérea de Shayrat. A base foi reparada e voltou a operar duas semanas depois do ataque aéreo maciço.

De acordo com as imagens, o ataque destruiu equipamento de navegação, deixando várias crateras. Porém, todos os estragos já foram reparados.

Outras imagens foram postadas da alegada destruição de ataques aéreos perto da cidade de Al-Sukhnah, localizada no leste da região de Homs. A incursão aérea teria alegadamente destruído metade de um armazém no caminho para Palmira.

De acordo com a empresa de inteligência ImageSat, que não especificou a fonte informativa, o edifício era usado para armazenar mísseis ou outras armas avançadas.

ImageSat divulgou também imagens de satélite que supostamente mostram as consequências do ataque aéreo no aeroporto militar de al-Mazzeh, localizado perto de Damasco, no dia 27 de abril. As fotos exibem uma cratera que surgiu na alegada entrada para a parte subterrânea das instalações, comparando com imagens de novembro de 2019, quando o local foi atacado da última vez.

No passado, Israel reconheceu a responsabilidade por alguns desses ataques aéreos, alegando ter como alvo as forças do Irã ou seus representantes na Síria, algo que tanto Damasco como Teerã negam.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала