Drone dos EUA borda fronteira da Rússia em voo espião de 7 horas, diz mídia

CC0 / / Drone americano RQ-4 Global Hawk (foto de arquivo)
Drone americano RQ-4 Global Hawk (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Drone espião RQ-4A Global Hawk das Forças Armadas americanas foi percebido voando por diversas horas muito próximo de regiões do sul da Rússia armadas com equipamentos de defesa antiaérea.

Na segunda-feira (27), a aeronave não tripulada dos Estados Unidos realizou missão próximo das regiões da Crimeia e Krasnodar a 16 mil metros de altitude sobre águas internacionais e entre 27 quilômetros e 60 quilômetros do território russo por sete horas.

Um dos pontos mais próximos se deu a cerca de 27 quilômetros de Sevastopol, onde estão instalados sistemas de defesa antiaérea S-400, publicou o portal Russkoe Oruzhie.

Em seguida, o drone RQ-4A Global Hawk foi detectado entre 37 km e 55 km das regiões russas de Belgorod, Voronezh e Rostov.

Missão de inteligência

De acordo com a mídia, tais voos têm como objetivo determinar a frequência de rádio usada pelos sistemas russos de defesa antiaérea instalados em regiões fronteiriças da Rússia.

Isso explica a razão da Rússia utilizar unidades de guerra radioeletrônica para a defesa de suas comunicações e cobrir dados técnicos importantes usados nas ditas regiões.

Além do sul da Rússia, também são frequentes voos de aeronaves de inteligência americanas perto de Kaliningrado, enclave importante no mar Báltico, e posições militares russas na Síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала