Pesquisadores dos EUA e China se aliam para buscar origem do coronavírus

© AP Photo / Cheng MinLaboratório na China em que profissionais de saúde realizam testes para identificar pacientes com coronavírus
Laboratório na China em que profissionais de saúde realizam testes para identificar pacientes com coronavírus - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Com esta colaboração médica, desejam determinar se o coronavírus surgiu em outras zonas do gigante asiático antes de ser detectado em Wuhan.

Pesquisadores dos EUA e da China estão estudando de maneira conjunta as origens do novo coronavírus, informa o jornal Financial Times, apesar de Washington criticar Pequim por não colaborar com outros países nesta matéria.

Ian Lipkin, virologista e diretor do Centro de Infecções e Imunidade na Universidade de Columbia (EUA), declarou que está trabalhando com especialistas do Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China para determinar se a COVID-19 surgiu em outras regiões do gigante asiático antes de ser detectada em Wuhan.

Lipkin assegura que esta instituição chinesa deseja "aprender todo o possível sobre as origens" deste coronavírus. Desta forma, seus especialistas analisam tanto dados de diferentes autoridades regionais como amostras de sangue de pacientes com pneumonia em todo o país.

Este trabalho começou em fevereiro e seus resultados poderão se tornar públicos no fim deste ano, comentou Lu Jiahai, professor da Universidade Sun Yat-sen de Guangzhou (China).

O próprio Ian Lipkin participou do desenvolvimento de um exame rápido para a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS, na sigla em inglês) durante a proliferação desta doença em 2003 e isso o permitiu fortes conexões com as autoridades da China.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала