- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

COVID-19 no Brasil: sem reagentes, laboratórios não processam testes e alimentam subnotificação

© REUTERS / Edgar SuCientista analisa teste do coronavírus em laboratório em Singapura, 5 de março de 2020
Cientista analisa teste do coronavírus em laboratório em Singapura, 5 de março de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Apesar do fato de mais de 90 mil amostras de testes do novo coronavírus pendentes terem sido acumuladas e de um número crescente de mortes no Brasil, os laboratórios disponíveis não as estão processando devido à falta de materiais, informou o Ministério da Agricultura.

Sete laboratórios que o ministério havia permitido realizar testes do coronavírus e foram aprovados pelo órgão regulador de saúde há duas semanas ainda não são usados para os testes, disse a autoridade à agência Reuters em uma resposta por escrito às perguntas feitas no início desta semana.

O ministério indicava que as instalações podiam processar 12 mil testes iniciais por semana, mas que não estavam recebendo os reagentes necessários.

Separadamente, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que se reporta ao Ministério da Agricultura, informou que seus laboratórios poderiam processar quase 43 mil testes por dia.

Em uma resposta por e-mail, o Ministério da Saúde não abordou diretamente por que os laboratórios disponíveis não estavam sendo utilizados. A pasta declarou que está se esforçando para aumentar a capacidade de teste, apesar da "escassez de suprimentos e da alta demanda global por kits de teste".

© REUTERS / NIAID-RML/HandoutImagem de microscópio eletrônico do SARS-CoV-2, o vírus que causa a COVID-19
COVID-19 no Brasil: sem reagentes, laboratórios não processam testes e alimentam subnotificação - Sputnik Brasil
Imagem de microscópio eletrônico do SARS-CoV-2, o vírus que causa a COVID-19

O sistema público de saúde brasileiro realizou 89 mil exames para a COVID-19, segundo declaração do Ministério da Saúde. Na segunda-feira (13), a pasta informou que havia um total de 93 mil testes pendentes.

O Brasil demorou a implementar testes generalizados, apesar da recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), mas nas últimas semanas tentou expandir sua escala.

A falta de evidências significa que o país mais afetado da América Latina provavelmente tem 12 vezes mais casos do novo coronavírus do que o relatado oficialmente, segundo um estudo.

O governo informou na quarta-feira 28.320 casos confirmados de COVID-19 no Brasil e 1.736 mortes.

"Os laboratórios estão aguardando a compra de reagentes e suprimentos para realizar os testes", explicou o Ministério da Agricultura. Já a pasta da Saúde afirmou que 451.432 testes foram distribuídos pelos estados, mas não especificou se algum deles seria usado nos laboratórios do Ministério da Agricultura.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала