Nova York recorre à fossas comuns para lidar com COVID-19 (VÍDEOS)

© REUTERS / Lucas JacksonEscavação de fossas comuns em Nova York
Escavação de fossas comuns em Nova York - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Vídeos gravados por um drone em cemitério de Nova York, a cidade americana mais afetada pelo coronavírus, mostram as consequências da pandemia no país.

As imagens foram capturadas em Hart Island, comumente usada para enterros de falecidos sem parentes ou para aqueles que não podem arcar com os custos de um funeral.

Nas imagens, os operadores transportam caixões e os colocam em pilhas antes de enterrá-los.

Em função do alto número de mortes provocadas pela disseminação do coronavírus, as autoridades de Nova York foram forçadas a adotar medidas drásticas.

Os corpos ficavam armazenados no necrotério da cidade por um período entre 30 e 60 dias, até serem reivindicados pelos familiares. Só mais tarde eles seriam enterrados no cemitério de Hart Island. Agora, esse período de tempo foi reduzido para apenas duas semanas, em função do influxo de falecidos, que estão sobrecarregando as capacidades dos necrotérios de Nova York. A cidade conta com a capacidade para armazenar entre 800 e 900 corpos, além de outros quatro mil em caminhões refrigerados que foram contratados temporariamente.

Antes da pandemia, aproximadamente 25 pessoas eram enterradas semanalmente em Hart Island, e agora esse número de enterros é realizado diariamente, segundo a mídia local. As autoridades enfatizam que esses enterros são realizados atualmente apenas para indivíduos ou parentes não identificados.

No entanto, existe um plano para realizar enterros temporários em Hart Island, mesmo para pessoas com membros da família, para não sobrecarregar os serviços forenses da cidade. No momento, os níveis de mortalidade ainda estão longe do necessário para ativar esse plano, relata a NBC.

Dos mais de 490 mil casos confirmados nos EUA, mais de 170 mil estão em Nova York, onde quase oito mil pessoas já morreram em função do coronavírus, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала