NASA planeja transformar cratera do lado oculto da Lua em radiotelescópio gigante (FOTO)

© AP Photo / Ted S. WarrenLua cheia (imagem de arquivo)
Lua cheia (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O projeto intitulado Radiotelescópio de Cratera Lunar (LCRT, na sigla em inglês) teria 1 quilômetro de diâmetro e se tornaria o telescópio com a maior abertura do Sistema Solar.

Um radiotelescópio, ao contrário do telescópio, capta ondas de rádio, geralmente através de uma imensa antena parabólica ou um conjunto delas, enquanto o telescópio capta imagens de luz visível.

Através desse radiotelescópio, seria possível fazer grandes descobertas ainda não alcançadas pela humanidade.

"O LCRT poderia possibilitar tremendas descobertas científicas na área da cosmologia, observando os primórdios do Universo na banda de 10-50 m de comprimento de onda [ou seja, na banda de frequências entre 6-30 MHz], que ainda não foi explorada pelos humanos”, lê-se no comunicado da NASA.

O projeto prevê o envio de uma carga para o lado oculto da Lua, para uma cratera previamente definida. A parte central da carga aterrissaria dentro da cratera, enquanto os robôs aterrissariam nas bordas e instalariam uma malha de arame de 1 quilômetro de diâmetro.

Esses robôs teriam que ser capazes de escalar a parede da cratera lunar, que mederia aproximadamente de 3 a 5 quilômetros de diâmetro. Seu objetivo seria conectar-se à parte principal e formar um refletor esférico.

© NASA . Saptarshi BandyopadhyayRadiotelescópio de Cratera Lunar (LCRT, na sigla em inglês) no lado oculto da Lua
NASA planeja transformar cratera do lado oculto da Lua em radiotelescópio gigante (FOTO) - Sputnik Brasil
Radiotelescópio de Cratera Lunar (LCRT, na sigla em inglês) no lado oculto da Lua

Esse radiotelescópio, de comprimento de onda ultralongo na Lua, seria vantajoso porque proporcionaria a possibilidade de observar o Universo em comprimentos de onda ainda não explorados pelo homem, e porque permitiria a medição de ondas de rádio que não são possíveis de captar com precisão a partir da Terra ou de satélites que estão em órbita.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала