Nível de radiação em Chernobyl estaria 14 vezes acima do normal em meio a incêndios (VÍDEO)

© Sputnik / Grigory Vasilenko / Abrir o banco de imagensZona de exclusão perto da usina nuclear de Chernobyl, Ucrânia (imagem de arquivo)
Zona de exclusão perto da usina nuclear de Chernobyl, Ucrânia (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Bombeiros ucranianos continuam a combater um incêndio que se originou na zona de exclusão de Chernobyl, na Ucrânia, com as chamas cobrindo um território de 20 hectares.

De acordo com o legislador ucraniano Egor Firsov, o nível de radiação na área de exclusão de Chernobyl, estabelecida após o desastre nuclear de 1986, está 14 vezes maior que a taxa normal, já que os incêndios florestais ainda ocorrem na área.

"A radiação está acima do normal no epicentro do incêndio. Como você vê no vídeo, o [dosímetro de radiação] mostra 2,3 mR/h, enquanto a norma é 0,14 mR/h", escreveu Firsov em sua página no Facebook.

Firsov acredita que a causa dos incêndios florestais tenha sido proposital.

O Serviço Estatal das Situações de Emergência da Ucrânia informou que estava lidando com um incêndio na zona de exclusão que se espalhou por uma área de 20 hectares, acrescentando que o nível de radiação em Kiev, a capital da Ucrânia, está dentro dos limites normais e que não ultrapassa 0,014 mR/h.

Com a ajuda da aviação, as autoridades tentam extinguir os incêndios massivos que começaram nas florestas de Chernobyl no sábado (4).

A zona de exclusão de Chernobyl foi estabelecida após um acidente nuclear ocorrido no reator Nº 4 da Usina Nuclear de Chernobyl em abril de 1986. O desastre resultou em um grande número de pessoas evacuadas e vastas áreas contaminadas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала