Hospital de Nova York usará sacos de lixo devido à escassez de equipamentos contra coronavírus

© REUTERS / Brendan McdermidProfissional da saúde retira e descarta equipamento de proteção individual (EPI) durante pandemia do coronavírus, Brooklyn, Nova York, EUA, 2 de abril de 2020
Profissional da saúde retira e descarta equipamento de proteção individual (EPI) durante pandemia do coronavírus, Brooklyn, Nova York, EUA, 2 de abril de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente do Centro Médico Downstate SUNY no Brooklyn (Nova York), Wayne Riley, disse que a equipe médica terá que usar capas de chuva e sacos de lixo, em vez de equipamentos médicos de proteção contra o coronavírus.

Segundo Riley, citado pela CNN, os trajes médicos de proteção usados pelos médicos e funcionários da unidade hospitalar serão suficientes apenas para mais um dia e meio.

"Não podemos esperar que o estoque nacional nos forneça. Como todos sabemos, o estoque nacional está bastante reduzido. Então, vamos ser criativos", informou.

Em 30 de março, o prefeito nova-iorquino, Bill de Blasio, afirmou que o material médico da cidade duraria uma semana.

Nova York é atualmente o epicentro da pandemia de coronavírus nos Estados Unidos, contabilizando mais de 2,6 mil mortes.

© REUTERS / Jeenah MoonAgente de saúde dos EUA senta em banco no Central Park, em Nova York, 30 de março de 2020
Hospital de Nova York usará sacos de lixo devido à escassez de equipamentos contra coronavírus - Sputnik Brasil
Agente de saúde dos EUA senta em banco no Central Park, em Nova York, 30 de março de 2020

De acordo com os últimos dados da Universidade Johns Hopkins, já foram registrados mais de 1,2 milhão de casos de infecção no mundo, tendo morrido cerca de 65 mil pessoas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала