- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Líder indígena Guajajara é assassinado no Maranhão

© Sputnik / Thales SchmidtLiderança indígena Guarani Kaiowa em Dourados, Mato Grosso do Sul.
Liderança indígena Guarani Kaiowa em Dourados, Mato Grosso do Sul. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um líder indígena que lutava para proteger suas terras na Amazônia brasileira foi morto a tiros, disseram autoridades e ativistas nesta quarta-feira (1).

Zezico Guajajara, professor e ativista do estado do nordeste do Maranhão, foi morto a tiros na terça-feira em circunstâncias que ainda estão sendo investigadas, informa a agência de notícias AFP.

Ele era membro de um grupo chamado "Os Guardiões", organização que luta para defender a maior floresta tropical do mundo da extração ilegal de madeira.

Outro líder do grupo, Paulo Paulino Guajajara, foi assassinado na mesma região há cinco meses. Ao todo, pelo menos cinco membros da etnia Guajajara foram assassinados desde novembro, segundo ativistas.

"Os Guardiões foram impiedosamente alvejados por poderosas máfias madeireiras que exploram ilegalmente as valiosas madeiras no território indígena de Arariboia, lar dos povos indígenas Guajajara e membros isolados da tribo Awa", disse o grupo de direitos indígenas Survival International.

O grupo também criticou o presidente Jair Bolsonaro e seus planos de autorizar atividades comerciais em territórios indígenas e afirmou que essa medida "encoraja" grupos que invadem a Amazônia. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала