- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Desprotegidos contra a COVID-19, coveiros de SP ameaçam greve

© Foto / Pixabay / CC0 Public DomainCemitério
Cemitério - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Cerca de 800 funcionários do Serviço Funerário da capital paulista ameaçam deflagrar greve caso condições não melhorem.

Segundo publicado pelo jornal Agora, o sindicato dos servidores públicos municipais (Sindsep) alega que há falta de álcool gel nos cemitérios e outros locais de trabalho. A capital paulista tem o maior número de mortes pela COVID-19 no Brasil, com 121 óbitos segundo o mais recente balanço da secretaria estadual de Saúde de São Paulo.

O sindicato também aponta que o material de proteção fornecido até agora incluía máscaras vencidas e número insuficiente de roupas de proteção.

Os trabalhadores entregaram na terça-feira (31) um documento com exigências ao Serviço Funerário paulista, apontando a demanda de equipamentos de proteção, a necessidade de contratação de 200 funcionários já aprovados por concurso, que velórios sejam suspensos e que funcionários acima de 60 anos, de grupos de risco, sejam dispensados do trabalho.

Ainda segundo o Agora, a prefeitura afirmou que 60% dos profissionais funerários foram afastados por terem mais de 60 anos e fazerem parte do grupo de risco. Além disso, alegam que estão contratando coveiros temporários, adquirindo equipamentos de proteção e reduzindo o tempo em velórios.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала