Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Obesidade dá riscos adicionais aos infectados pelo novo coronavírus, dizem especialistas

© AP Photo / PEDRO PARDOHomem sentado com máscara em igreja no México (foto de arquivo)
Homem sentado com máscara em igreja no México (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Desde o pior funcionamento do pulmão até uma maior incidência de morte pelo coronavírus entre pessoas com sobrepeso, médicos apontam os maiores riscos do excesso de peso durante a pandemia.

Na semana passada, o diretor da Associação Holandesa de Terapia Intensiva (NVIC), Diederik Gommers, apontou que 80% dos pacientes em tratamento intensivo devido à COVID-19 são obesos.

Ainda segundo Liesbeth van Rossum, endocrinologista do Centro Médico Erasmus, Países Baixos, a obesidade é um fator de risco para os infectados pelo coronavírus, tendo em vista que o sobrepeso afeta o sistema imunológico, publicou o NL Times.

Contudo, em caso da COVID-19, Rossum não aconselha que o indivíduo com sobrepeso se submeta a uma dieta brusca e muito rígida.

Aumento da obesidade no Brasil

Segundo dados de 2019 do Ministério da Saúde do Brasil, pelo menos 55,7% da população brasileira têm sobrepeso.

Além disso, o número de obesos cresceu no país em 67,8% entre 2006 e 2018.

Já em 2018 os dados do ministério revelaram que o crescimento foi maior entre os adultos de 25 e 34 anos e 35 e 44 anos, com 84,2% e 81,1%, respectivamente.

Apesar do cenário, os brasileiros passaram a ter hábitos mais saudáveis, segundo o órgão.

Preocupações no México

Enquanto isso, o México apresenta os índices mais elevados de diabetes entre os países-membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Além disso, 72,5% dos adultos neste país têm sobrepeso.

Por sua vez, Abelardo Ávila, investigador do Instituto Nacional de Ciências Médicas e Nutrição do México, afirmou à agência AP que "a maioria das mortes que ocorrem no México durante a presente pandemia estará associada com o grave problema da obesidade".

Sabendo que o coronavírus atua com frequência no sistema respiratório dos infectados, a especialista canadense em endocrinologia Sue Persen explicou em seu blog que as pessoas com sobrepeso "correm um maior risco de ver comprometida sua função pulmonar".

"As razões disso incluem uma alta prevalência da apneia obstrutiva do sono, a síndrome de hipoventilação por obesidade, um maior risco de asma e o peso excessivo que comprime os pulmões, fazendo com que o volume pulmonar seja menor", acrescentou.

OMS

Contudo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda não compartilha tal visão. Em sua página, o órgão se limita a alertar para o risco de diabetes que o sobrepeso traz.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала