Alemanha adota estratégia sul-coreana no combate ao coronavírus

© AP Photo / Klaus-Dietmar GabbertFuncionários com trajes de proteção contra o coronavírus diante de um hospital na Alemanha.
Funcionários com trajes de proteção contra o coronavírus diante de um hospital na Alemanha. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Alemanha decide aplicar medidas utilizadas na Coreia do Sul para deter a pandemia do coronavírus.

Frequentemente apresentada como modelo na Europa de gestão da pandemia, a Alemanha já realiza, segundo as autoridades, entre 300 mil e 500 mil testes por semana, um ritmo mais elevado que o apresentado por seus vizinhos europeus.

O governo alemão pretende aprofundar o combate ao vírus: um documento do Ministério do Interior revelado pela agência AFP descreve uma estratégia inspirada pela Coreia do Sul, com mais de 200 mil testes por dia.

Todos os pacientes que suspeitem estar infectados pela COVID-19 devem agora realizar testes, assim como todas as pessoas suspeitas de terem tido algum contato com infectados, estipula o documento. Agora, esses exames somente são realizados em pessoas doentes e que tenham estado em contato com um paciente infectado.

O documento considera a geolocalização, utilizada por Seul, como "inevitável a longo termo" para permitir à população seguir os locais onde as pessoas infectadas se encontram.

De acordo com Lothar Wieler, responsável do Instituto Robert Koch no combate contra a pandemia na Alemanha, em entrevista ao jornal FAZ, apesar das diferenças culturais entre os dois países, "a Coreia do Sul pode ser um exemplo".

Enquanto a China dá sinais de finalmente ter superado a pior fase da pandemia, a Europa luta para estabilizar um quadro desafiador. Mundialmente, foram confirmados mais 700 mil casos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала