Coreia do Norte solicitou secretamente ajuda a outros países no combate à COVID-19, diz mídia

© REUTERS / KCNALíder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, supervisiona teste militar em uma localidade não identificada, 2 de março de 2020
Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, supervisiona teste militar em uma localidade não identificada, 2 de março de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Coreia do Norte tem discretamente solicitado ajuda a outros países, embora tenha publicamente negado a existência de casos no seu território.

As autoridades do país asiático entraram em contato secretamente com líderes de outros países solicitando auxílio urgente na luta contra a pandemia, de acordo com Financial Times, que cita várias pessoas familiarizadas ao assunto e um documento não identificado.

Além disso, Pyongyang também pediu a hospitais na Coreia do Sul e a várias organizações de ajuda internacional o fornecimento de máscaras e máquinas de teste, escreveu Reuters, citando duas fontes familiares à situação.

Oficialmente, a Coreia do Norte não relatou nenhum caso da COVID-19, tendo fechado suas fronteiras com a China no final de janeiro, após o surto se propagar para fora da província chinesa de Hubei.

Segundo Financial Times, pelo menos 590 norte-coreanos realizaram teste para o novo coronavírus, por terem chegado do exterior no mês de janeiro, porém, todos deram negativo.

Todas as saídas e entradas de pessoas em Hubei foram fechadas no dia 23 de janeiro. Dois meses mais tarde, a China anunciou que quase tinha ganhado a luta contra a epidemia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала