Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Até 46 milhões podem perder emprego nos EUA, diz presidente regional do Fed

© AP Photo / Andrew HarnikSede do Sistema de Reserva Federal (Fed), o banco central dos Estados Unidos
Sede do Sistema de Reserva Federal (Fed), o banco central dos Estados Unidos - Sputnik Brasil
Nos siga no
Até 46 milhões de pessoas podem perder seus empregos no curto prazo, nos Estados Unidos, por conta da pandemia da COVID-19, avalia o economista James Bullard, presidente do Banco da Reserva Federal dos EUA (Fed) em St. Louis, Missouri.

De acordo com o funcionário do banco central norte-americano, essa previsão leva em consideração o fechamento de empresas e a interrupção de serviços que têm alto contato com o público, orientado a manter um isolamento social a fim de conter a disseminação do novo coronavírus no país. 

"São pessoas que estão em algum tipo de ocupação em que interagem com o público e é exatamente isso que nossas autoridades de saúde dizem que não deveria estar ocorrendo", disse Bullard em entrevista citada pela Reuters, defendendo atuação rápida das autoridades para implementar medidas de apoio à renda e outros programas econômicos. 

​Com 55.081 pessoas diagnosticadas com a COVID-19 e 785 mortos, os EUA, assim como outros países, estão adotando restrições ao deslocamento de pessoas para reduzir a propagação do novo coronavírus. No entanto, tais políticas têm sido alvo de algumas críticas, por conta dos impactos negativos para a economia.

Um dos maiores críticos a essa quarentena é justamente o presidente da República, Donald Trump, que já se queixou abertamente dos efeitos das restrições e prometeu rever algumas decisões sobre esse tema nos próximos dias.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала