Pentágono comenta impacto do coronavírus na prontidão das forças norte-americanas

© AP Photo / Susan WalshSecretário de Defesa dos EUA, Mark Esper (foto de arquivo)
Secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A pandemia do coronavírus pode afetar a prontidão das forças norte-americanas, disse o secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper.

O Departamento de Defesa dos EUA também reconheceu que não pode atender a todas as necessidades domésticas criadas pelo coronavírus.

"Se esta pandemia continuar na escala e no alcance que alguns estão prevendo, com o tempo vocês poderão começar a ver um impacto na prontidão. À medida que este vírus aumenta e se espalha, obviamente veremos mais e mais impacto sobre as pessoas nas nossas fileiras", disse Esper.

O secretário de Defesa norte-americano, citado pelo The Washington Examiner, explicou que o declínio da prontidão será devido ao cancelamento de uma série de exercícios, o que já está acontecendo devido à pandemia do coronavírus.

Ao mesmo tempo, o governante destacou que o Departamento de Defesa dos EUA continua "pronto para defender o país".

© AP Photo / Charles DharapakVista do prédio do Pentágono, em Washington D.C, capital dos EUA
Pentágono comenta impacto do coronavírus na prontidão das forças norte-americanas - Sputnik Brasil
Vista do prédio do Pentágono, em Washington D.C, capital dos EUA

Segundo os últimos dados, 249 casos de coronavírus foram registrados no Pentágono entre militares, especialistas civis, trabalhadores contratados e membros de suas famílias, tendo uma pessoa morrido.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала