Coronavírus mostra que mundo pode 'agir rápido' em crises, diz Greta Thunberg

© AP Photo / Paul WhiteAtivista sueca Greta Thunber em conferência do clima da ONU em Madri, Espanha
Ativista sueca Greta Thunber em conferência do clima da ONU em Madri, Espanha - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A ativista do clima Greta Thunberg afirmou que as rápidas e amplas mudanças econômicas e sociais tomadas para conter o coronavírus mostram que a ação rápida necessária para conter as mudanças climáticas também é possível.

Autoridades de todo o mundo responderam ao crescente surto de coronavírus fechando negócios, escolas e outras instalações, além de proibir viagens e do investimento estatal de grande proporção na economia.

"O coronavírus é um evento terrível... não há resultado positivo", disse a adolescente sueca à Thomson Reuters Foundation em uma entrevista online.

"Mas também mostra uma coisa: quando estamos em crise, podemos agir para fazer algo rapidamente, para agir rapidamente", disse Thunberg, 17 anos, cujas greves escolares por ação climática ajudaram a desencadear um movimento global de greve climática.

"Embora deva ser diferente de como agimos nesse caso, podemos agir rapidamente e mudar nossos hábitos e tratar uma crise como uma crise".

Até agora, a COVID-19 já infectou quase 400.000 pessoas em todo o mundo, com mais de 17.000 mortes, de acordo com o centro de recursos de coronavírus da Universidade Johns Hopkins.

O movimento de greve climática que Thunberg iniciou atraiu milhões para as ruas ao redor do mundo em 2019.

Thunberg pediu aos jovens ativistas climáticos, muitos agora presos em casa com as escolas fechadas, que ajudem outras pessoas na epidemia de COVID-19 e que mantenham seu ativismo de maneira segura.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала