Cuba registra 1ª morte por COVID-19

© REUTERS / StringerVendedora usa máscara em Cuba para de proteger do coronavírus
Vendedora usa máscara em Cuba para de proteger do coronavírus - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta quarta-feira (18), o governo de Cuba comunicou que o país teve a primeira morte causada pela doença provocada pelo novo coronavírus, a COVID-19.

A informação foi publicada pelo Ministério da Saúde de Cuba, que explicou que a vítima era um homem idoso de nacionalidade italiana, que estava hospitalizado desde o dia 11 de março.

Segundo a agência AFP, o homem era um turista, que entrou no país em 9 de março. Cuba não fechou suas fronteiras devido à pandemia do vírus. 

O governo cubano também anunciou que mais casos do novo coronavírus foram confirmados. Até o momento, a ilha registra 10 casos do coronavírus, enquanto 389 casos suspeitos estão sendo investigados. 

​Na madrugada de 18 de março faleceu um paciente de nacionalidade italiana de 61 anos de idade, que estava em estado crítico. Foram confirmados três novos casos de #COVID-19 em 10 dias no país.

"Apesar dos esforços da equipe de terapia intensiva que o tratou e do grupo de especialistas do Ministério da Saúde que garantiram o monitoramento permanente, as complicações específicas da doença causaram sua morte", afirmou a pasta sobre o caso do italiano, de acordo com a agência AFP. 

O novo coronavírus tem se espalhado pela América Latina nas últimas semanas. Diversos países da região têm agido para conter a pandemia, incluindo decretos de estado de emergência e fechamento de fronteiras, como na Argentina, Peru, Colômbia e Bolívia.

No Brasil, há a possibilidade de declaração de estado de calamidade pública para liberar mais investimentos no combate à pandemia. O mais recente informe do Ministério da Saúde no Brasil aponta que há 291 casos confirmados no país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала