Maduro impõe quarentena nacional na Venezuela devido ao coronavírus

© REUTERS / Stringer/ Fausto TorrealbaPresidente da Venezuela, Nicolás Maduro, gesticula enquanto fala durante coletiva de imprensa no Palácio Miraflores, em Caracas, Venezuela, 14 de fevereiro de 2020
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, gesticula enquanto fala durante coletiva de imprensa no Palácio Miraflores, em Caracas, Venezuela, 14 de fevereiro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente venezuelano Nicolás Maduro anunciou a introdução de quarentena em todo o país para conter a propagação do novo coronavírus.

"Todo o país, 23 estados e o distrito da capital, tudo está sob quarentena coletiva. A medida é dura e necessária", disse Maduro em um apelo aos cidadãos, transmitido através do Twitter do presidente.

O presidente venezuelano explicou que o governo do país está em comunicação com cientistas cubanos, que estão trabalhando em um tratamento para a COVID-19.

Ordenei a quarentena social e coletiva em todos os estados da Venezuela, a partir das 5 da manhã desta terça-feira (17). Estamos dando um passo à frente com a quarentena total no território nacional como medida iniludível e necessária para conter a propagação da COVID-19

O presidente venezuelano declarou todo o país em quarentena a partir de 17 de março para impedir a propagação da pandemia de coronavírus, após a confirmação de 16 novos casos e um total de 33 infecções.

"Hoje eu tenho que dizer que os testes resultaram em novos casos detectados de coronavírus, 16 novos casos foram detectados hoje e testados com testes científicos para coronavírus, todos importados, em um total de 33 casos", relatou o presidente.

De acordo com o último relatório da Organização Mundial da Saúde, já existem mais de 167.000 casos confirmados de mortes por COVID-19 e 6.606 casos de infecção em 151 países.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала