Presidente de Israel pede para líder do Azul e Branco, Benny Gantz, formar novo governo

© REUTERS / CORINNA KERNBenny Gantz em discurso político direcionado aos seus apoiadores em Israel (foto de arquivo)
Benny Gantz em discurso político direcionado aos seus apoiadores em Israel (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Benny Gantz, líder do partido oposicionista Azul e Branco, foi convidado formalmente pelo presidente Reuven Rivlin a formar o novo governo de Israel.

Apesar da vitória do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyuahu nas últimas eleições, a formação de um novo governo deverá ser feita pelo líder oposicionista Benny Gantz.

Após o convite formal, Gantz disse que fará tudo o que for necessário para formar "um governo nacional amplo" o mais rápido possível, informou o The Times of Israel.

Desta forma, Gantz terá 28 dias para reunir uma coligação com a aprovação de pelo menos 61 parlamentares. Caso contrário, o presidente Rivlin poderá confiar a tarefa de formar um novo governo para outro político, provavelmente a Netanyahu.

Ainda de acordo com a mídia, a decisão de Rivlin veio após Gantz receber a maioria das recomendações dos partidos políticos do país para formar o governo.

Impasse político

A decisão de Rivlin vem após Israel ter passado por três eleições para a criação de um novo governo.

"Uma quarta eleição não é opção", declarou o presidente sobre o impasse.

Desafios

Além das divisões internas políticas no país, Gantz também reconheceu desafios além dos políticos para realizar a tarefa.

"Irei servir os eleitores de todos os partidos e todos os cidadãos de Israel. Liderarei o esforço para curar a sociedade da doença do coronavírus, assim como da doença da divisão e do ódio", acrescentou.

Em discurso na residência presidencial, Gantz também acusou Netanyahu de fazer esforços para evitar responder na Justiça às acusações de corrupção.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала