Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Mercados globais despencam apesar de injeções de capital

© AP Photo / Mark LennihanTrader no salão da bolsa de valores de Wall Street observa variações nos preços das ações
Trader no salão da bolsa de valores de Wall Street observa variações nos preços das ações - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os mercados de ações e os preços do petróleo entraram em queda livre nesta segunda-feira (16). Os cortes nas taxas de juros e os estímulos de Bancos Centrais não foram suficientes para mudar o quadro. 

No domingo, o Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) reduziu os custos dos empréstimos para quase zero - seu segundo corte de emergência em menos de duas semanas.

O Fed também divulgou um enorme programa de compra de ativos, semelhante às medidas implementadas durante a crise financeira global há mais de uma década, e na segunda-feira sua agência em Nova York divulgou outros US$ 500 bilhões em injeções de dinheiro para aumentar a liquidez.

O Banco do Japão aderiu na segunda-feira, dizendo que intensificaria seu programa de compra de títulos.

Em ação conjunta coordenada com o Banco Central Europeu, o Banco da Inglaterra, o Banco do Japão, o Banco do Canadá e o Banco Nacional Suíço, o Fed passou a combater as "pressões de financiamento em dólares" globais, de acordo com seu chefe Jerome Powell.

Mas o mercado não ficou impressionado e, com o coronavírus se espalhando pelo mundo, o chefe da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse ser impossível prever o pico da pandemia. 

O mercado de ações de Sydney liderou as perdas na Ásia e no Pacífico, caindo 9,7%. Foi a pior queda diária da história da Austrália. 

Xangai caiu 3,4% e a escala da crise foi relevada pela divulgação da informação de que a produção industrial chinesa registrou a primeira contração em quase 30 anos. 

Os principais mercados da Europa caíram cerca de 10% com a abertura de Wall Street, que também registra perdas de magnitude semelhante, o que desencadeou a paralisação de diversas bolsas de valores

"O pacote agressivo de corte de taxas e estímulos do Fed na noite passada serviu como um sinal de alerta para os mercados", disse David Madden, analista do CMC Market no Reino Unido, em entrevista à agência de notícias AFP. "Um grande corte nas taxas dá a impressão de que eles, o Fed, estão nervosos, e os traders perceberam isso".
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала