Maduro coloca parte da Venezuela sob quarentena em meio a surto da COVID-19

© REUTERS / Stringer/ Fausto TorrealbaPresidente da Venezuela, Nicolás Maduro, gesticula enquanto fala durante coletiva de imprensa no Palácio Miraflores, em Caracas, Venezuela, 14 de fevereiro de 2020
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, gesticula enquanto fala durante coletiva de imprensa no Palácio Miraflores, em Caracas, Venezuela, 14 de fevereiro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo da Venezuela anunciou hoje que pretende isolar seis estados e a capital, Caracas, a fim de impedir a propagação do novo coronavírus, que já infectou 17 pessoas no país.

Em discurso televisionado na tarde deste domingo, o presidente Nicolás Maduro explicou que a quarentena entrará em vigor às 5h desta segunda-feira (16). Os estados afetados serão La Guaira, Miranda, Cojedes, Zulia, Táchira e Apure.

Ao vivo do posto de comando presidencial, monitorando e avaliando a implantação sanitária para a saúde do povo venezuelano.​

Com a medida, ​os residentes dessas áreas sob quarentena deverão permanecer em suas residências, se deslocando apenas em caso de grande necessidade. Além disso, apenas serviços essenciais permanecerão em funcionamento.

"Temos avaliado com sinceridade e frieza que a única forma de deter os canais de propagação é entrando, progressivamente e de maneira acelerada, em uma fase drástica de quarentena coletiva", afirmou Maduro, citado pela Associated Press.

A Venezuela responde por apenas 17 dos quase 170 mil casos de contaminação pelo novo coronavírus já registrados ao redor do globo, em 157 países e territórios. Nenhuma morte causada pela COVID-19 foi registrada no país até o momento, enquanto, no mundo, já somam 6.499.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала